santa beatriz hospital de olhos

 (21) 3078.0808 ou 2626.8000

Retina e vítreo (retinopatia diabética)

A retina a parte interna do olho responsável por nossa visão e é composta de duas partes: a retina periférica e a mácula. Existem alguns tipos de alterações retinianas e maculares que, na maioria das vezes, precisam ser tratados com procedimentos cirúrgicos.

As diferentes técnicas cirúrgicas dependem do tipo de patologia retiniana e/ou macular existente. São tipos de técnicas cirúrgicas:

  • retinopexia convencional;
  • aplicação de gás intraocular;
  • vitrectomia posterior com EndoLaser;
  • vitrectomia posterior associada com óleo de silicone intraocular.

O diabetes pode prejudicar a visão?

Quando sofremos de Diabetes Melitus, nosso corpo não utiliza nem armazena o açúcar de maneira adequada. Altos níveis de açúcar no sangue podem lesar os vasos sanguíneos da retina, que é a camada nervosa do fundo do olho responsável pela captação da luz e pelo auxílio no envio de imagens até o cérebro.

Como se detecta a retinopatia diabética?

Um exame ocular feito por um oftalmologista é a única maneira de detectar as mudanças dentro de nossos olhos. Um oftalmologista, muitas vezes, consegue diagnosticar e tratar a retinopatia grave antes de nos darmos conta de qualquer problema de visão. Ele dilata nossa pupila e examina a parte interna do nosso olho com um oftalmoscópio.

Tipos de retinopatia diabética

Existem dois tipos de retinopatia diabética: a retinopatia diabética não proliferativa (RDNP) e a retinopatia diabética proliferativa (RDP).

RDNP – mais conhecida como retinopatia de fundo, é uma etapa inicial da retinopatia diabética. Nessa etapa, por minúsculos vasos sanguíneos dentro da retina, vaza sangue ou fluido. O vazamento do fluido faz a retina inchar ou formar depósitos chamados exsudatos.

Muitos diabéticos têm RDNP branda, que não costuma prejudicar sua visão. Quando a visão é afetada, ocorre em decorrência do edema macular ou isquemia macular.

RDP – surge quando novos vasos anormais (neovascularização) começam a crescer na superfície da retina ou do nervo óptico. A causa principal de RDP é o amplo fechamento de vasos sanguíneos da retina, impedindo o fluxo sanguíneo adequado. A retina responde gerando novos vasos sanguíneos em uma tentativa de fornecer sangue à área onde se fecharam os vasos originais.

Infelizmente, os novos vasos sanguíneos anormais não reabastecem a retina com um fluxo normal de sangue. Muitas vezes, esses novos vasos são acompanhados de tecido cicatricial, que pode provocar enrugamento ou descolamento da retina.

A RDP pode levar a uma perda visual mais severa do que a RDNP, por afetar tanto a visão central como a periférica.

A retinopatia diabética Proliferativa provoca perda de visão além de provocar:

  • hemorragia vítrea;
  • glaucoma neovascular;
  • descolamento de retina por tração.

Quando marcar um exame?

As pessoas portadoras de diabetes devem marcar exames oculares com dilatação da pupila pelo menos uma vez ao ano. Exames mais frequentes, feitos por um oftalmologista, podem ser necessários depois de diagnosticada a retinopatia diabética.

Recomenda-se que mulheres grávidas com diabetes se consultem no primeiro trimestre, pois a retinopatia pode progredir rápido na gravidez.

Como é tratada a retinopatia diabética?

O melhor tratamento é a prevenção da evolução da retinopatia diabética ao máximo. Controlar, rigorosamente, o nível de açúcar no sangue reduz o risco significativamente, em longo prazo, de perda de visão por retinopatia diabética.

Tratamento a laser: a cirurgia a laser é indicada, frequentemente, para pessoas portadoras de edema macular, RDP e glaucoma neovascular.

No caso do edema macular, o laser enfoca a retina lesada, próxima à mácula, para diminuir o vazamento de fluido. O objetivo principal do tratamento é prevenir maior perda de visão.

As pessoas que sofrem de vista turva causada por edema macular não costumam recuperar a visão normal, mas podemo obter melhoria parcial.

Entre em contato conosco para agendar seu exame.

Para mais informações, marque uma consulta com 

Dr. Armando Magalhães

Voltar à página de especialidades

Especialidades


 Convênios Santa Beatriz
Revista Online


 Cartão Hosb

Cartão de afinidade HOSB: Consultas, exames e cirurgias a preço popular. Oftalmologia ao alcance de todos. Venha conferir e surpreenda-se! – Cartão de afinidade HOSB . feito exclusivamente para atender as suas necessidades. Consultas, exames e cirurgias agora ao seu alcance. Faça já o seu! – Agora tudo ficou mais fácil, com o cartão de […]

 
Saiba mais!

 Redes Sociais

 Unidades de Atendimento